Só uma imensa vontade de partilha, para que a todos tudo chegue, me move...tudo o que seja pensado acima desta "fasquia" medida por uma fraqueza humana (EU mesmo) mas confiante na Providência Divina, são meras suposições humanas que eu declino em amor e verdade perante Aquele que "sonda os corações e conhece os pensamentos mais escondidos."


"Sobre os teu muros Jerusalém colocarei sentinelas que dia e noite anunciarão o NOME do SENHOR."


Não faz o obreiro mais do que lhe é devido.


Discípulo do Mestre Jesus Cristo

Servidor do Pai Criador em espírito e verdade

Porque assim quer o PAI que O sirvam

e Adorem

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Poema do Natal que não vem...

...porque se não é para todos não chega a ninguém
                                                                       

Tremenda amargura que trespassa as almas:
Sou o derradeiro pecador!
Todos se alegram, nas cidades. nas praças
Só eu, continuo o inútil do meu Senhor.
Eu, e aquela criança, 
cheia com a fome, 
confortada pela dor.

Trilho a noite do pensamento, com a dor do olhar:
Tudo é novo! Tudo é velho! Tudo é trevas!
(Mas olhai que são as mesmas)
Só a Luz nos pode salvar!
A Luz que há-de vir, que há-de vir e, 
que está mesmo a chegar!

Busco e não encontro, Aquele que É, procurado.
- É dor profunda e sem censura-
Durante o caminho, encontro-me encontrado.
Por quem?
Por Aquele que É, procurado
Oh! É esta a tremenda amargura!
Porque Te não amo assim também?
Porque me não deixo estar quieto,
ao colo da Tua Mãe?
E, assim embalado,
possa com todos e todas,
dizer,
Amén.

c.p.




segunda-feira, 1 de julho de 2013

Partilhando... conversas intimas... (fecho a porta ao mundo para somente celebrar DEUS)



Dizes-me… 
tu vais Comigo onde ninguém vai mesmo debaixo dos seus narizes (envio para todo o lado filhos que me carregam no coração em silêncio somente SENDO meu filho e não o escondendo, onde mais ninguém Me leva, …tu conheces os meios e EU protejo-te, ...conhece e depois anuncia, faz com que estas vidas entregues ao vicio saibam que Eu vivo e durmo no mesmo bairro num filho, que “é amor” e o “vive”, e Passo na tua luz que me ofereceste pelo que chamas o Amor que EU te dispensei. Tu és servo que serve na solidão e no silêncio, onde ninguém sequer pensa em MIM e tão pouco querem ouvir falar do Meu amor que não Vêem reflectido no mundo onde vivem.


Querias Pregar, calarás, querias erguer, tremerás, querias seguidores, só estarás, assim apagado e esquecido só Comigo ficarás…mas amarás em silêncio e verdade, em sentimento de verdade eterna, e na solidão do teu gesto e no silêncio do teu sorriso muitas pétalas murchas vivificarás e a Mim trarás. O que choras são as lágrimas dos teus meninos e meninas que conheces a dor, da angustia do desespero, da desesperança, do medo de ser diferente, olhos de mel orvalhados de maná, que Me buscam sem saberem que o fazem, porque já perceberam que o mundo não é a sua casa. Carregarás o saco, arranjarás a torneira, acompanharás na madrugada, ouvirás o que te interpela, sentarás com o indigente de roda com os animais, ao sol escaldante caminharás por amor, e interpelarás de dedo em riste apontando o Amor que subsiste, mas acima de tudo calarás, porque Sou Eu que falo em ti, estarás sem estar mas sempre no Amor Maior, serás anjo no caminho, presente, agora, sacrário vivo e silencioso. Tu Amarás porque nada mais precisarás fazer, Eu cuidarei dos teus negócios, para que não pereças. Cuida dos Meus, para que cresçam, Missionário do Meu Amor. Quero que vivas literalmente cada momento que te dou em toda a parte e com todos… na tua entrega e no teu silêncio de opinião própria Eu me faço presente, Meu “Vaso novo”, santificando assim o próprio momento dando-lhe “Luz e Amor” fazendo assim, o que tu queres tanto imitar e ouvir, “ se ele é assim, como não será o Mestre que ele segue em silêncio”?

O livre arbítrio que vos dei com toda a segurança, em muitos sítios, junta-se como uma vontade colectiva, muitas vezes inconsciente mas permanente, o que Me impede de chegar a tantos corações, por respeito das vontades dos meus filhos, …é ai que te quero…recorda a penúltima frase da tua oração pessoal; Eu sou luz que ilumina ainda que trevas me cerquem.

Faz te mais sentido agora? Porque achas que te deixei caminhar pelos caminhos que percorreste, meu anjo forte? Porque te enviaria para todas essas amarguras se não fora por um bem maior? Porque Achas que a Minha Mãe e tua naquele dia há tantos anos, ainda sem nada entenderes (tão assustado ficaste meu querido) te prometeu que “estaria contigo sempre e até ao fim”? Porque achas que Um Arcanjo (Nota; na altura tão pouco sabia o que era aquilo) te falaria naqueles modos, procedendo Ele do Amor Divino? Porque naqueles momentos mais pesados Eu próprio me dignei em confortar-te pessoalmente, dando-te a força para continuares ainda sem te poder revelar porque “fazias o que não querias”…Eu sei meu amor, Eu contigo senti essas dores da tua incompreensão, mas sempre acreditei na força da tua Fé…
Hoje o teu coração “diz-me” com uma força e vontade que faz estremecer os teus irmãos de Luz; “*Toma a minha vida, que é nada perante TI, ela quer ser Louvor pelo que fazes em mim...indigno dos teus dons mas por Teu grande amor o Teu Espírito me anima, Graças Te dou Senhor*”
È assim que te quero…Meu. Só. Quieto. Despido. Mudo. Para que a Eternidade caiba em ti.
Porque Eu nada ofereço a menos que seja Eterno.
Eu que sondo os corações e a todos conheço pelo seu nome, Vos amo e Dou segurança para que permaneceis na Verdade que Cristo vos revelou e que vos trará até MIM.


· * é um verso de uma musica que eu ouvia num momento há muitos anos em que o Senhor me Amou e me fez entender o que eu começo a ser…